Página inicialViagensFotografia modernista no MON

Fotografia modernista no MON

Asfalto-c1970_Paulo-Pires_reprodução-fotográfica-Edouard-Fraipont-326x244

Asfalto, 1970. Foto Paulo Pires / Acervo Itaú Cultural

Últimos dias pra conferir, em Curitiba, a mostra “Moderna para sempre – fotografia modernista brasileira na coleção Itaú Cultural”, uma parceria entre o Museu Oscar Niemeyer (MON) e o Instituto Itaú Cultural. São 132 obras de 31 artistas que pertenceram ao movimento fotoclubista brasileiro, no tradicional Foto Clube Bandeirante, iniciado no final da década de 1930.

German Lorca, nascido em São Paulo em 1922, é considerado como um dos pioneiros da fotografia moderna brasileira. Foto: German Lorca / Acervo Itaú Cultural

German Lorca, nascido em São Paulo em 1922, é considerado como um dos pioneiros da fotografia moderna brasileira. Foto: German Lorca / Acervo Itaú Cultural

A curadoria é de Iatã Cannabrava, que destaca a exposição como desafiadora porque traz à tona uma ampla discussão sobre a essência do fazer fotográfico. “O grande mérito de nossa produção modernista é ter antes um caráter de questionamento do que de trazer à tona explicações e leituras de fácil assimilação”, reforça. Dá uma olhada no que mais ele fala a respeito do movimento que ganhou força a partir do pós-guerra.

A mostra já passou por 12 cidades. Todas as imagens expostas foram registradas entre 1940 e 1970. A inspiração do trabalho veio do modernismo europeu e americano e buscava repensar os limites da arte fotográfica. Visitas na Sala 3 do MON até domingo, 28, das 10h às 18h. O ingresso custa R$ 12.

Construtores-sd_Paulo-Pires_reprodução-fotográfica-Iara-Venanzi-487x358

Construtores. Foto Paulo Pires / Acervo Itaú Cultural

 

Sem comentários